Processo Cruzado (XPRO)

Cada tipo de filme tem na sua especificação o tipo de química que deve ser usada na revelação. Negativo preto e branco o nome varia de acordo com o fabricante – D-76, T-MAX, XTOL, DK-50, D-19; negativo colorido C41 e slide (cromo) E6. Quando você pega um filme e processa ele com a química de outro filme temos o processo cruzado – cross process (xpro). O mais comum (e barato) é fotografar com filme slide e revelar com química de negativo (C41).

O xpro não depende de câmera. É um processo que acontece na revelação do filme. A revelação com um químico diferente modifica a cor, saturação, contraste e brilho (latitude) da foto. Cada filme tem sua particularidade, e as vezes até a química do minilab influencia no resultado.

Alguns exemplos de xpro:

Meninas
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Agfa CT Precisa – Câmera: Lomo LC-A


Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Astia – Câmera: Lomo LC-A


Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Astia – Câmera: Lomo LC-A

Casamento dos Nerds in Love
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Astia – Câmera: Cosina CX-2

005B06
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Astia – Câmera: Canon T-90

Tusca
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Provia – Câmera: Canon T-90


Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Velvia – Câmera: Lomo LC-A

005742
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Velvia – Câmera: Olympus Pen EE-2

All by myself
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Fuji Velvia – Câmera: Cosina CX-2

Sun bath
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Kodak Ektachrome – Câmera: Lomo LC-A


Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Kodak Ektachrome – Câmera: Lomo LC-A


Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Kodak Ektachrome – Câmera: Olympus Pen EE-2

McDonald's
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Kodak Ektachrome – Câmera: Lomo LC-A

Holga Experiment
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Kodak Ektachrome – Câmera: Holga

LomoInLomo
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Kodak Ektachrome – Câmera: Cosina CX-2


Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Kodak Elite Chrome – Câmera: Olympus Pen EE-2

Uma boa opção é a compra de filmes slide rebobinados e/ou vencidos, já que o custo costuma ser mais interessante nesses casos. Os laboratórios que fazem xpro – alguns não fazem alegando a “contaminação” da química com o filme diferente do normal – costumam cobrar uma taxa adicional pelo processo, mas a maior parte dos minilabs que não são voltados para o público profissional (ou mais entendido do assunto) – minilabs do Extra, por exemplo – não fazem a menor distinção do tipo de filme. A unica coisa que é interessante deixar claro é que eles não precisam se preocupar com as cores alteradas do negativo e que ao scannear as fotos não devem fazer nenhum tipo de correção de cor.

Tags: , , , , , , , , ,

6 comments

  1. Habacuque Lima

    Excelente galeria!
    É bom pra perceber que muitas das fotos com “cara” de lomo ganham esse aspecto graças ao tipo de filme/revelação. Quase sempre é um Xpro, em que qualquer resultado pode aparecer, e é aí que está a graça: na aleatoriedade, na surpresa do resultado.

  2. O legal é que você nem precisa comprar uma toycam pra conseguir esse resultado, isso é obtido pelo filme+revelação, se as pessoas soubessem disso, nem precisava comprar uma cameretazinha de plástico e tal.

    Legal o post amf.

  3. […] http://www.lomobr.com.br/2010/03/processo-cruzado-xpro/Cada tipo de filme tem na sua especificação o tipo de química que deve ser usada na revelação. […]

  4. Social comments and analytics for this post…

    This post was mentioned on Twitter by tocafotografos: RT @amf: http://bit.ly/9b5rIT [Post] Processo Cruzado (#XPRO) RT pls =] #LomoBR…

    [WORDPRESS HASHCASH] The comment’s server IP (75.101.226.43) doesn’t match the comment’s URL host IP (174.129.41.174) and so is spam.

  5. Excelente abordagem… tira qualquer dúvida sobre processo cruzado… estou usando uma LOMO para brincar assim… Faz parte do descondicionamento do olhar…

    Valeu !

  6. Ainda bem que alguém explicou isso! Valeu!!!
    Pela segunda vez fui revelar umas fotos que tirei com uma mini Diana, mas a foto saiu normal. E queria justamente esses efeitos que vemos nessas suas fotos, agora, como você mesmo diz… eu não preciso/dependo exclusivamente de uma lomo para obter esse efeito?! Então porque todo esse pessoal (inclusive eu) está maluco por uma câmera da Lomography, se poderia ser com qualquer outra?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *