Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria

Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria - lomobr 1

Começou com um papinho estranho e um website celebrando sua história e herança, até achamos que era muita coisa pra apresentar uma lentezinha pra celular ou relançar até uma câmera analógica nova mas no final das contas era mesmo uma nova câmera… e digital?! Mas não era nada que todo mundo esperava, principalmente com esse digiFilm.

A Yashica lançou uma câmera que mais parece uma Yashica Electro com tudo digital por dentro (não é uma câmera analógica nova, infelizmente). Mas não é o design clássico que chama a atenção: sua maior característica é o uso de um digiFilm, um apetrecho que coloca na câmera como ele fosse um filme, com o cartão de memória e presets simulando a troca de filme como uma câmera analógica, com algumas opções já disponíveis. Você pode carregar essas opções no bolso e ir trocando como se fossem filmes tradicionais, cada um com suas características particulares, para uma experiência de foto com filme em uma câmera digital.

Todo mundo lembra daquelas tentativas de fazer um cartucho digital pra ser inserido no lugar do filme nas câmeras analógicas dando a elas um sensor e capacidade digital e que em todo ano, lá pro começo de abril, tem um novo? Então, também não é esse o caso, já que o sensor está na câmera e não no digiFilm.

Esse negócio de digiFilm

  1. ISO1600 – colorido de alta velocidade
  2. ISO400 – preto e branco
  3. ISO200 – colorido super fino
  4. ISO200 – colorido simulando Formato 120 (6×6)

Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria - lomobr 2

Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria - lomobr 3

Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria - lomobr 4

Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria - lomobr 5

Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria - lomobr 6

O lance é aquela coisa digital da Leica: sem visor, só vê depois quando abrir no computador. Mas também sem controles, o preset da imagem é dado pelo tipo de digiFilm inserido na câmera. O máximo que pode fazer é controlar a velocidade, abertura f/2.8 fixa e aparentemente foco também.

Tão hipster mas tão hipster que deveria ser logo uma câmera de filme pra gente ficar feliz, não?

Yashica apresenta a Y35 com digiFilm e não é que todo mundo queria - lomobr 7

E aí? Pela bagatela de 124 doletas vale a brincadeira? Quanto será que vai custar cada “rolinho” de digiFilm? Vai ser limitado a 36 poses? Parece zoeira? E essa de usar pilha AA?

Mais detalhes no Kickstarter da câmera.

Tags: , , ,

1 comment

  1. O mais interessante é ler os comentários no kickstarter e nas redes, a galerinha tá realmente empolgadaça com essa câmereta!
    Dá pra crer?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *