Flickr volta a ter limite de fotos para contas gratuitas, tchau tchau 1 Tb

Flickr volta a ter limite de fotos para contas gratuitas, tchau tchau 1 Tb

É isso mesmo, o famigerado Flickr, que tem passado de mão em mão nos últimos anos estava dando aqueles últimos suspiros dentro do Yahoo, dando passos de formiga e sem a menor atenção da empresa, quando foi arrematado pelo SmugMug, agora finalmente anunciou suas mudanças nas regras da brincadeira a partir de 2019.

Já há algum tempo o Flickr estava com aquela situação estranha em que contas pro tinham poucas diferenças para contas gratuitas, na pro não tinha anúncios e na modalidade grátis podíamos ter 1 Tb de armazenamento, entre outras cositas más. Esse espaço todo era bastante pra grande maioria, já que o Flickr é uma galeria pra expor seu melhor trabalho, não o backup do seu HD de fotos (ao menos era o que achávamos), mas sabíamos que a conta um dia não ia fechar e os boletos iam voar.

Nada vem de graça, nem o pão nem a cachaça!

Assim, desde a venda esperávamos por algumas mudanças, a mais significativa seria aquela menos popular: a redução dos benefícios das contas gratuitas. E ela chegou.
A partir de 2019 contas gratuitas terão um limite de 1000 fotos, quem tiver mais que isso tem duas opções: ou compra a conta pro por $49.99 doletas/ano ou apaga o excedente, simples assim. Eles estão pelo menos oferecendo um desconto no primeiro ano pra usuários antigos. E o que tem de vantagem?

  • Armazenamento ilimitado
  • navegação sem anúncios
  • suporte premium
  • desconto em parceiros
  • estatísticas avançadas
  • exposição prioritária no Explore (isso achei sacanagem com os gratuitos)
  • exibição em 5k das fotos
  • vídeos de 10 minutos

Creative Commons?

Outra preocupação eram os vastos catálogos de imagens definidas como creative commons, catálogos digitalizados de acervos de museus, bancos de imagens entre outros. Segundo um post no blog do flickr, imagens marcadas com licensa Creative Commons antes do anúncio das mudanças nas contas gratuitas não serão deletadas.

Eu não preciso me preocupar, tenho muita foto lá que poderia apagar mas já estou dentro do limite de menos de 1000 fotos, mas tenho amigos que estão com os álbuns abarrotados por lá e ficaram chateados.

E quem não ficaria? Mas pelo menos o site não está fechando e se isso ajudar a capitalizar e bancar inovações quem sabe não podemos voltar aos velhos tempos do Flickr?

Em tempo, pelo menos uma notícia boa: vão tirar o login do yahoo, isso significa que pode se desfazer daquele email antigo @yahoo que você mantém desde os anos 90 só para logar no flickr!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *