23
set 14

Lomo Lc-a 120: boa ideia ou esperteza?

lomo-lc-120-tona

Vamos lá, a ideia aqui é ser polêmico também e incitar iniciar discussões saudáveis, então já lanço uma pergunta: essa nova lomo lc-a para filme 120 é uma ótima ideia que, uhuu, vai revolucionar a sua vida ou é uma baita ideia pra fazer uma câmera cara ser mais cara ainda? Continue reading →


06
set 14

Camera Simulator, pra se divertir e aprender online

camera-simulator-jogue-online

A internet é um mundão véio sem porteira onde encontramos os mais diversos games e simuladores. Para quem quer aprender um pouco mais sobre as relações entre abertura, velocidade, ISO, lentes e todos os outros blábláblás da fotografia pode usar esse Camera Simulator. Continue reading →


20
mar 10

Processo Cruzado (XPRO)

Cada tipo de filme tem na sua especificação o tipo de química que deve ser usada na revelação. Negativo preto e branco o nome varia de acordo com o fabricante – D-76, T-MAX, XTOL, DK-50, D-19; negativo colorido C41 e slide (cromo) E6. Quando você pega um filme e processa ele com a química de outro filme temos o processo cruzado – cross process (xpro). O mais comum (e barato) é fotografar com filme slide e revelar com química de negativo (C41).

O xpro não depende de câmera. É um processo que acontece na revelação do filme. A revelação com um químico diferente modifica a cor, saturação, contraste e brilho (latitude) da foto. Cada filme tem sua particularidade, e as vezes até a química do minilab influencia no resultado.

Alguns exemplos de xpro:

Meninas
Foto: Alexandre Ferreira
Filme: Agfa CT Precisa – Câmera: Lomo LC-A

Continue reading →


14
mar 10

Desmontando a LC-A | guia visual

Recebi este guia visual de desmontagem da LC-A de um caba gente fina do suporte técnico do QG da LSI, o Alexander. Eu me queixei com ele que minha LC-A (que nem foi comprada deles) estava com um desgaste naquele cilindro que prendemos a ponta do filme – no ato de colocação da pelicula – ocasionando mau funcionamento do avanço do filme. Na verdade acho que isso aconteceu por conta de forçação de dupla expo na LC-A. (Não me refiro à LC-A+, que tem um prodigioso botão para duplas). Então, o cara além de me enviar sem custos a pecinha defeitusa me mandou também o DIY visual. Ele disse que gasta entre 5 a 10 minutos para fazer a operacão.

O tutorial é direcionado para a troca da peça citada acima, mas serve também para aprendermos onde fica as inúmeras portas que dão acesso ao interior da LC-A.

São 22 passos. Ferramentas à mão e boa viagem!


Continue reading →


11
mar 10

Olympus Trip 35

Uma das câmeras mais fáceis de se encontrar em sebos e feirinhas de rua é a Olympus Trip 35.
Essa câmera foi fabricada entre 1967 e 1984, e foram vendidas mais de 10 milhões de unidades, ou seja, ainda dá tempo de encontrar a sua!
Ela tem o funcionamento super simples. Em volta da lente há uma célula de fotometria de selênio, que ajusta automaticamente a abertura da lente, de acordo com a quantidade de luz no local. Se a luz não for adequada para uma foto, a câmera não dispara e sobe uma bandeira vermelha dentro do visor.

foto: Julio França

Continue reading →


09
mar 10

Nem toda Lomo é da Lomography

Alguns já devem conhecer a história das câmeras Lomo, mas podemos dar uma passada rápida por cima dos fatos pra situar melhor quem pegou o bonde andando.

Cosina CX-2
Cosina CX-2 – Foto: Alexandre Ferreira

O termo LOMO é uma sigla de Leningrad Optical Mechanical Union. Esta era uma fábrica de câmeras e lentes que produzia para o mercado soviético e que muitas vezes copiava, ou se inspirava nas melhores câmeras do mundo.

Tempos vão, tempos vem e, em 1991, muitos anos depois da LOMO original já ter mudado de nome reestruturando seus produtos e seguido a vida, uns austríacos malucões descobrem a LC-A (Lomo Compact Automat). Essa câmera era uma cópia da japonesa Cosina CX1 e tinha um bocado de defeitos que, aos olhos austríacos, foram vistos como efeitos maravilhosos. Continue reading →


05
mar 10

Como abrir sua LCA (se tiver coragem)

LCA - Orange
Foto: Yamaggio

Antes tenho que rezar a ladainha:

  1. Tá em inglês. Só pra facilitar;
  2. É por sua conta e risco;
  3. Pode não resolver nada. Mas é melhor que jogar ela no chão;
  4. Pra que fazer isso, realmente?

Continue reading →